A RECONSTRUÇÃO DO TEMPLO EM JERUSALÉM


Em assuntos escatológicos sabemos que há várias correntes de interpretação. Assim sendo, temos liberdade de examinar as diversas correntes, e nos alinharmos com esta ou com aquela posição... Desta forma, eu não posso dizer que a minha interpretação é a correta, e que a do irmão (ou do seu pastor) seja errada! Contudo, posso, e devo, defender as razões que me levam a crer da forma como eu creio. O irmão, e os demais leitores, fiquem à vontade para aceitar ou discordar da linha de interpretação que eu abraço.
Antes de tecermos qualquer comentário sobre a reconstrução do TEMPLO EM JERUSALÉM, se é em sentido figurado ou literal, julgo ser necessário considerarmos a questão do ANTICRISTO, se será ele uma pessoa ou não!
I) SOBRE O ANTICRISTO
O meu exame da Palavra de Deus me faz crer que o anticristo será uma pessoa. Esta não é apenas a minha interpretação pessoal; é, na realidade, uma das mais antigas correntes de interpretação teológica. Os pais da Igreja criam desta forma, todos os reformadores criam desta forma (inclusive achavam que o Papa era o anticristo!) Também na Igreja de hoje, a interpretação predominante é esta, que o anticristo será uma pessoa. Veja, a seguir, porque chegamos a esta conclusão:-
1. Pela leitura dos textos de Dn 8:13, 11:31, 12:11, Mt 24:15, II Tess 2:4, Apoc 13;
2. Porque ele negará tanto ao Pai como o Filho (I João 2:22);
3. Ele negará o significado e a importância da encarnação de Cristo (I João 4:3 e II João 7);
4. Uma das principais características do anticristo será a capacidade de seduzir, de enganar (ver II João 7). Os capítulos 11 a 13 do Apocalipse mostram-nos que isso incluirá maravilhas mentirosas!
5. O anticristo será operador de milagres. Surpreenderá o mundo com prodígios de mentira! Que visam enganar e perverter, ao invés de iluminar e beneficiar (II Tess 2:9,10 e Apoc 13:14-15);
6. O anticristo será uma espécie de imitação da encarnação, porquanto Satanás estará com ele, habitando nele; e assim será ele a personificação da mais elevada forma de maldade possível. (II Tess 2:9 - Apoc 13:2-5 ) Satanás será adorado indiretamente, por meio dele (Apoc 13:4);
7. O anticristo será judeu (provavelmente residente fora de Israel), pois somente tal homem poderá ser o verdadeiro anticristo, a quem Israel acolha por algum tempo, embora mais tarde venha a rejeitá-lo (Ver João 5:43 - Dn 9:9-27);
8. A princípio ele se mostrará amigável para com Israel, recebendo a lealdade dos israelenses (ver Dn 9:27). Mas, finalmente, voltar-se-á com toda a sua fúria contra a nação de Israel, instituindo uma perseguição e um genocídio sem paralelo;
9. O anticristo contará com um "profeta", um "precursor", a exemplo de João Batista (ver Apoc 16:13; 19:20; 20:10 e 13:1-8). Esse precursor possivelmente será a "besta saída do mar", ao passo que o anticristo será a "besta saída da terra" (ver Apoc 13:11-17);
10. Ele obrigará a humanidade a adorar a Satanás, na tentativa de extirpar da terra o conhecimento de Deus (II Tess 2:4). Perseguirá a todos quantos prestam lealdade a Deus e a seu Ungido, e grandes multidões serão martirizadas por esse motivo (ver Apoc 13:15);
11. O anticristo será também um líder político mundial, e, como tal, aplicará sanções econômicas, exigindo certa marca identificadora (que será a sua própria marca!) para quem quiser comprar ou vender (Apoc 13:16-18);
O conceito do anticristo não deve ser reduzido a um conflito "impessoal" entre o bem e o mal; antes, deve ser interpretado "pessoalmente". O anticristo será a encarnação de Satanás, um indivíduo autêntico, tal como Jesus Cristo era a encarnação de Deus, uma pessoa real.
II) SOBRE A REEDIFICAÇÃO DO TEMPLO EM JERUSALÉM
Creio que o antigo templo será literalmente e fisicamente reedificado, pelas seguintes razões:-
1) Sempre que Israel teve o domínio de Jerusalém o templo permaneceu edificado! Veja a cronologia abaixo (construção e destruição do Templo):
1004 a.C. - 965 a.C. - Reinado de Davi ( Davi conquista Jerusalém )
965 a.C. - 922 a.C. - Reinado de Salomão e construção e dedicação do 1o. Templo
587 a.C. - Nabucodonosor destrói Jerusalém e o Templo, expulsando as tribos de Judá para a Babilônia;
539 a.C. - Ciro conquista a Babilônia e permite aos judeus voltarem a Jerusalém. O Templo é reconstruído por Zorobabel.
175 a.C. - Antíoco IV é coroado. Ordena abolir o culto ao Deus de Israel e profana o Templo, oferecendo sacri fícios impuros em seu altar.
70 d.C. - Tito reprime a revolta dos judeus e destrói, completamente, a cidade de Jerusalém (inclusive o Templo).
691 d.C. - O califa Abd-el-Malik constrói a mesquita do Domo da Rocha no local onde se erguiam o Primeiro e o Segundo Templos de Jerusalém.
2. Atualmente, desde que Israel reconquistou a parte oriental de Jerusalém na guerra dos seis dias (1967), o maior sonho do povo judeu é a reconstrução do templo. Há informações de que Israel há muito já dispõe de todo o material necessário, e que a obra será conduzida rapidamente, quando chegar a hora... O templo só não foi ainda reedificado porque na área do antigo templo está edificada a Mesquita do Domo da Rocha, dos mulçumanos! Falar em derrubar esta mesquita hoje em dia, seria o mesmo que declarar guerra aos árabes (mulçumanos)! Contudo, nos anos de 1999 e 2000, estivemos neste local, e ouvimos diretamente dos nossos guias turísticos que, em razão de escavações que estão sendo feitas por baixo da área da esplanada do templo, os judeus já começam a acreditar que a área exata do antigo templo seria um grande pátio situado ao lado da Mesquita! Em se confirmando, o templo seria reerguido ao lado da Mesquita! Interessante é que esta área fica exatamente em frente ao Portão Dourado de Jerusalém, porta pela qual Jesus entrou sendo aclamado como Rei, no Domingo de Ramos. Os judeus lacraram este portão por entenderem que, quando o Messias vier, Ele entrará por esta porta... A reconstrução do templo neste local (ao lado da Mesquita) além de não provocar maiores atritos, se mostraria justificável perante o mundo, pois, se os mulçumanos têm a sua Mesquita, é justo que os judeus também tenham o seu Templo.
3. É inconcebível, sobretudo para o povo judeu, Jerusalém sem o Templo! Choca muito também ao povo cristão ver um templo pagão (Mesquita) em lugar do Templo do Senhor! Enquanto os mulçumanos têm uma linda e suntuosa Mesquita, os judeus ortodoxos têm apenas o "Muro das Lamentações"! Certamente que isto não durará muito tempo... Sendo Jerusalém a cidade do Grande Rei (Mt 5:35), e estando esta cidade sob o domínio do povo judeu, certamente que eles reedificarão o Templo para adoração a Jeová!
4. A leitura de Daniel 8:13, 11:31, 12:11 deixa claro tratar-se do templo, fisicamente. Também o texto de II Tess 2:4 quando diz: "...o qual se opõe e se levanta contra tudo que se chama Deus, ou objeto de culto, a ponto de assentar-se no santuário de Deus, ostentando-se como se fosse o próprio Deus." O texto de Mt 24:15 combinado com estes outros textos aqui citados, nos conduz ao entendimento de que o "lugar santo" referido em Mt 24:15 é o altar do templo (o qual terá que ser reedificado!).
III) O FUTURO DE ISRAEL
Em relação ao futuro de Israel, a reconstrução do templo e o anticristo, penso que será mais ou menos assim...
* Em algum tempo (não muito distante!) o antigo Templo do Senhor será reedificado por Israel (literal e fisicamente falando);
* Surgirá no cenário do mundo a pessoa do anticristo (que será um judeu), uma espécie de líder político ou governante mundial, ateu em essência, defensor da ciência e cheio de poderes paranormais;
* Israel fará uma aliança com o anticristo no início da septuagésima semana de Daniel (Dn 9:9-27);
* Até a metade desta semana, o anticristo oferecerá paz e segurança, e aparentará ser um homem bom, porém, sendo a sua natureza má, e sendo ele uma espécie de encarnação de Satanás, na metade desta semana fará cessar a sua aliança com Israel;
*O ARREBATAMENTO DA IGREJA ACONTECERÁ  DURANTE A CONSTRUÇÃO (I Tes 4:16)
* Iniciar-se-á o período chamado de Grande Tribulação.
* Israel será atacado pelo rei do norte e seus aliados, e os derrotará (Ez cap. 38-39);
* Israel sofrerá uma perseguição terrível (Apoc cap. 12 e 13);
* Será já o final da Grande Tribulação! O anticristo reunirá as nações do mundo para "dar um basta a questão judaica" - Será a Batalha do Armagedom! Israel estará sitiado e parecerá que a sua história terá chegado ao fim!
* Então o anjo tocará a sétima trombeta, os céus se abrirão, e o Messias virá VISÍVEL A TODO OLHO para livrar o seu povo! (Zc 14:3-11; Ap 1:7; 16:16-21);
* Será estabelecido por Cristo o Seu REINO MILENAR, e Israel será a cabeça das nações e JERUSALÉM a capital religiosa do mundo (Dt 28:13; Is 62:1-7 e Is 2);
* Deus fará uma nova aliança com ISRAEL (Jr 31:31-34);
* Depois do milênio Deus criará uma nova terra e novos céus, onde Israel e outras nações salvas habitarão eternamente (2a. Pe 3:7-14; Ap 21).
CONCLUSÃO: -
Aqueles que chegam a estas conclusões, que eu também cheguei, não têm dificuldade alguma em entender que o Templo será reedificado pelos judeus, e que o anticristo ali entrará e se assentará com o intuito de profanar o nome de Deus.
Fraternalmente em Cristo,
Rev. Edemar V. Silva